17 janeiro 2012

Donos dos Pensamentos #2

Como está a vida Pensadores?


Que estejam ótimos! Então...hoje eu trago mais uma edição da nossa coluna: Donos dos Pensamentos. E a nossa 
Dona dos Pensamentos de hoje é a querida parceira: Eliane Quintella
Autora do livro: Pacto Secreto. Leia a resenha AQUI!
Entrevista:



1. Quem seria a  Eliane Quintella?
E.Q. - A respeito das minhas características pessoais, eu acredito que sou sincera, honesta, sigo minha consciência, vivo conforme minhas próprias regras e convicções, para mim a pior traição é aquela que fazemos contra nós mesmos, sou fiel aos meus verdadeiros amigos, reconheço o mérito de quem merece e o valor de quem merece e acredito que essa seja a verdadeira justiça, sou corajosa, adoro desafios, sou perseverante, não gosto de desistir, desistir para mim é derrota, vou atrás do que quero e acho que sou responsável pelo meu próprio destino. Eu odeio pessoas que culpam aos outros ou às coisas por sua própria infelicidade, acredito que temos nosso destino em nossas mãos e que bancar a vitima da situação somente atrasa nossa própria vida. Meu lema é pare de reclamar e lute. Acho que isso resume um pouco de quem eu sou.

2. Como surgiu o desejo de colocar as ideias no papel, a ideia de ser escritora?
E.Q. - Eu amo escrever. Comecei assim que aprendi e nunca parei. Eu sempre soube que queria ser escritora. Eu acredito mesmo que essa vontade já nasceu comigo. Escrever para mim é sempre um grande prazer. É o amor da minha vida. Desde pequena escrevia poemas e contos e nunca parei. Logo cedo me entristeci quando descobri que não havia uma faculdade na qual eu poderia me formar escritora. Sabia também que grandes artistas que eu admirava tinham se formado em Direito e eu sempre tive um lado idealista. Foi assim que ingressei na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo em 1994 para cursar Direito. Me apaixonei pelas aulas. Aliás, as aulas das ciências humanas em geral sempre me fascinaram. Gostei tanto que, tão logo me formei, já prestei prova para cursar mestrado na mesma Universidade. Passei! Assim, em 1999 já estava fazendo mestrado também em Direito na PUC/SP. Sempre trabalhei com Direito, que é uma das paixões da minha vida, mas eu sabia que não era meu grande amor, que sempre foi escrever. Tive paciência. Esperei a chance ideal para escrever um livro. Escrevi. Segurei a onda, apesar da minha vontade ser de pedir demissão no dia seguinte à conclusão do livro, mas tive calma para refletir a respeito, conseguir publicar o livro e, somente após ter certeza de que era o que eu mais queria fazer, largar minha carreira jurídica para me dedicar somente à escrita. Não fiz isso logo de cara, pois sabia das agruras da vida de escritor e porque Direito, especialmente o Direito utópico que estudamos na faculdade, sempre me encantou. Hoje acredito que tudo aconteceu na hora certa.

3. E a ideia de escrever a trilogia, quando e como surgiu? Como nasceu Pacto Secreto?
E.Q.- Bem, quando comecei a escrever PACTO SECRETO eu queria apenas contar uma história sobre pacto com diabo, mas conforme eu fui escrevendo os personagens ganharam vida e ficou impossível escrever só um livro. Para escrever eu deixo minha imaginação voar solta, assim como os personagens ganham autonomia e traçam, de acordo com suas características seu próprio destino. Foi por isso que assim que escrevi PACTO SECRETO já iniciei  PRAZER SECRETO, o qual terminei após dois meses apenas.  HISTÓRIA SECRETA também escrevi assim que terminei PRAZER SECRETO e quando terminei percebi que a saga tinha chegado ao fim.
Quanto ao PACTO SECRETO eu posso dizer que ele é influência direta da minha infância. Desde pequena eu sou alucinada por suspense e terror. Meu amado pai, desde criança, me colocava para assistir a filmes não muito convencionais para alguém que só tem sete anos, como Um corpo que cai, Janela Indiscreta, Triângulo das Bermudas, O retrato de Dorian Gray, A Profecia entre outros. Além disso, durante toda adolescência meu pai me emprestava livros de suspense da Agatha Christie e alguns de Edgar Allan Poe. Toda essa influência maravilhosa aparece em Pacto Secreto. Pacto Secreto é resultado de assuntos que me interessaram a vida toda.

4. Quanto a personagem principal tem de você? (a paixão por vinhos provém da autora não?)
E.Q.- Sim, vinho eu adoro  e, sim, eu sempre tomei vinho com meu pai, assim como a Tina. E sim sou alucinada por doce de leite, em compensação não há nenhum bolo de chocolate especial que marcou minha vida como o da dona Carmen.... Também não tenho haras e nunca me arrisquei em um cavalo selvagem, como gosta de fazer a Tina! Quando adolescente eu gostava de me arriscar correndo em lugares que não conhecia e dentro do mar com minha morey! Não sou bilionária e não tenho irmã gêmea e felizmente nunca cheguei perto de carregar uma culpa como a da Tina!

Brincadeiras à parte, a grande verdade é que a Tina foi inspirada em personagens e heróis que admiro pela força, honra, coragem, perseverança, ousadia, originalidade, inteligência, lealdade e caráter. Características que admiro tanto que justamente por esse motivo procuro trazer para minha vida.

5. Qual é o seu personagem preferido na trama? e porquê?
E.Q.- Eu tomei gosto por todos meus personagens, devo confessar, mas tenho um carinho especial ao pai da Valentina, já que não em todo livro, tampouco em todas passagens, mas boa parte dele foi inspirada no meu próprio pai.

6. Houveram dificuldades no processo de pesquisa e escrita do livro? Quais?
E.Q.- A maior dificuldade é na pesquisa. Apesar de eu ser uma “nerd” assumida e adorar ler e pesquisar, eu costumo dizer que essa é a parte mais trabalhosa do escritor, pois ele deve ir a fundo no assunto que pesquisar a fim de passar ao leitor realmente uma realidade, tanto para que o leitor a absorva e se envolva na trama, como também para que o livro transmita coerência e veracidade. Eu mergulhei de cabeça na pesquisa do PACTO SECRETO, li muito sobre pacto com o diabo, lendo a respeito, fui pesquisar sobre diabo e cheguei ao satanismo, e  uma coisa leva a outra, então li sobre luciferianismo. Acredito que a pesquisa é ampla, então, não me limitei à internet, vi filmes, li livros, revistas e artigos a respeito. Também pesquisei sobre tetraplegia e seu universo para criar a Sara e o desfecho final do PACTO SECRETO.

7. Qual a sua expectativa para os próximos livros da trama?
E.Q.- São ótimas, pois as pessoas realmente próximas de mim que já leram PRAZER SECRETO gostaram mais que o PACTO SECRETO. Prometo que a história vai esquentar!

8. Tens outros projetos para depois da trilogia?
E.Q.- Claro, continuar escrevendo sempre e sempre! Meu coração me dirá sobre o quê!

9. Se você pudesse dizer algo para os aspirantes a escritores o que diria?
E.Q.- É preciso que realmente você ame escrever. Se você já tem esse amor, metade do caminho está completado. Para outra metade, eu recomendo que você realmente se desprenda de quaisquer amarras para que possa escrever boas histórias, não se esqueça que o escritor é um artista. E, finalmente, que não se coloque como "vítima do sistema", ao invés de perder tempo com isso, lute de verdade pelo que quer.

10.  Sabemos que quando se escreve um livro querendo ou não, nele o autor(a) exprime muito dele mesmo... Então, o que o livro possui da sua personalidade?
E.Q.- É claro que acaba que uma coisinha nossa ou outra acaba saindo no livro, mas eu realmente acho que o escritor é um artista e por isso a arte por vezes expressará sentimentos que o impressionaram ou vivências de outras pessoas que o marcaram de alguma forma e não necessariamente sua personalidade pura e simplesmente. No meu caso, por exemplo, sempre me impressionou a culpa, o porquê dela ser sentida, ainda que não haja realmente uma responsabilidade direta da pessoa, ela sente-se culpada, pois a culpa sempre é imensamente trabalhada na sociedade, especialmente como forma de controle. A culpa realmente é benéfica em algum sentido? O que a orienta? O que a provoca? Qual sua utilidade? Porque as pessoas não se livram dela? Qual a moralidade que está por trás da culpa? Acho tudo isso realmente impressionante, por isso quis trabalhar esses questionamentos, assim criei um personagem que carrega uma culpa imensa no coração, culpa essa que será usada para controlá-lo e prendê-lo ao passado e a uma tristeza. E justamente esse personagem carregado de culpa que será seduzido por um mundo em que a culpa é desacreditada, em que a culpa é vista como forma de controle, em que a culpa é sinal de compaixão e de fraqueza. Essa ideia me fascinou, me inspirou e é ela que aparece forte na minha trama, muito mais que qualquer característica da minha personalidade.

11. Muito obrigada por conceder essa entrevista Eli! Agradeço muito e quero dizer que pode contar com esse blog para divulgar suas obras, aliás você merece! Beijos!
E.Q.- Sou eu quem lhe agradeço Luana pela entrevista maravilhosa! Um beijo enorme para você e para o pessoal que frequenta o blog.
Lançamento do livro Pacto secreto - Fotos de Karen Caetano
Blog do livro: Pacto Secreto
Blog da Autora: Eliane Quintella
Então gente, espero que tenham curtido a entrevista! Eu amei fazê-la porquê a Eliane é uma simpatia!
Até mais* Comentem!!!

5 comentários:

  1. A Eli é uma fofa e escreve super bem ^^

    tem resenha la no blog da uma passada la e comenta ^^
    vai ajudar muito

    bjus

    ResponderExcluir
  2. Oi quase xará!
    Que entrevista legal. To com o livro Pacto Secreto aqui e ainda não tive tempo de ler. Mas com certeza será um dos próximos da lista de leitura. *-*

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Hey! :D
    Ótima entrevista, você escolheu ótimas perguntas. ^^
    Ainda não li Pacto Secreto, mas já li algumas resenhas, parece bem legal. ^^

    Já estou seguindo seu blog. ^^
    Beijos,
    april-1993.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa adorei essa entrevista foi muito bom conhecer um pouco mais sobre essa autora! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá vc esteve no blog então vim visitar o seu e adorei a entrevista a Eliana é otima.
    Bjus
    Val
    brihodasestrelas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá!
Deixe aqui a sua opinião sobre a postagem e sobre o blog!
Peço que não usem de palavras obscenas.
Obrigada por comentar!Bom Pensamento!!!
Voltem Sempre*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...