22 novembro 2012

Eu Li #26 * 11 Noites Insones - Christian V. Louis

Oi Gente!
A resenha de hoje é de um livro nacional de um autor parceiro aqui do blog, o Christian V. Louis que além de escritor é blogueiro e administra o blog Escritos Lisérgicos. Bom, demorei um pouco para lê-lo, não por falta de vontade e sim por ter muitos livros na lista e como já expliquei a todos a minha vida tem estado de pernas para o ar! Antes tarde do que nunca, trago agora minha opinião. Confiram!
Edição: 1
Editora: Bookess
ISBN: 0
Ano: 2011
Páginas: 88
Sinopse:
Durante alguns anos, a família de Laura estava habituada a abrigar jovens católicos que faziam intercâmbio por intermédio de Padre Michael para estudarem por um ano nos Estados Unidos. Em um casamento em crise e desenganada pelos médicos após um tratamento doloroso que durou dez anos, Laura achou que seria uma boa oportunidade para esquecer dos problemas abrigar mais um deles. O que nem ela e seus familiares esperavam era que, Gerard, o jovem canadense a ser acolhido, de católico não tinha nada. Um exímio desenhista, Gerard além de ter a excentricidade em sua aparência, a carregava em todo o seu ser, juntamente com um segredo muito forte que daria uma reviravolta na vida daquela família. Do mesmo autor de “Irrealidade Virtual”, Christian V. Louis traz em seus escritos uma obra de drama, sensualidade e mistérios, que são desvendados pouco a pouco durante episódios únicos em um período de 11 noites insones. 

Meu Comentário:

Reflexivo e surpreendente. Escolhi essas duas palavras para descrever 11 Noites Insones que conta de que forma as vidas de Gerard, Laura e Sarah se entrelaçam.
Por causa da saúde sua mãe, Sarah está preocupada com a chegada de um rapaz que irá morar em sua casa por um ano. A garota não entende o porquê de tanta insistência da mãe e recorre ao padre Michel para que ele interceda junto a Laura e a faça desistir de tal decisão. No meio da madrugada Sarah é flagrada durante a conversa e repreendida duramente pela mãe. Até aí eu nem fazia ideia da história e minha mania romântica só imaginava que haveria algum romance em toda aquela história. Ops! Me enganei completamente.
No outro dia Gerard chega com o padre e não é bem recebido por Sarah e Richard (pai dela) e isso tudo apenas por ele ser diferente: Cabelos grandes, roupas escuras e personalidade sombria. Gerard é um rapaz marcado pela vida que foi abandonado pela mãe e mora com seu pai. Mas Laura aceita todas as diferenças e passa a tratá-lo como um verdadeiro filho. Com o passar do tempo as desavenças entre ele e Sarah atingem o clímax antes de podermos saber aonde tudo irá levar. 
Eu sei muito bem o que pensa de mim. – parou de tocar a pele macia em seguida. – Apenas pense que muitas vezes, as pessoas que achamos ser o problema, podem ser a solução.
O título do livro deve-se ao fato de que a história é contada em onze capítulos e os três personagens principais (Gerard, Laura e Sarah) são pessoas insones. Achei que esse título ficou muito apropriado à história. 
Bom, 11 Noites insones é o tipo de livro que acaba prendendo o leitor de uma forma inexplicável. Quase fui responsável pela 12º noite insone...  Li o livro rapidinho, pois ele é pequeno e apesar de estar em e-book a leitura era tão profunda, crítica e empolgante que chamou minha atenção.
Me identifiquei com várias opiniões de Gerard, principalmente quando ele falava do preconceito e hipocrisia de algumas pessoas, porém em muitas passagens o achei agressivo demais em suas convicções, como se quisesse que sua verdade fosse única e absoluta. Além de ser um pouco estúpido com Laura apesar de ela tratá-lo tão bem... Mas ao ler o final fiquei em dúvida se isso pode ser explicado... Creio que sim.
Eu superei, eu sou mais forte para enfrentar a vida de frente, não preciso dela e queria que ela soubesse disso. Eu estou bem.
Na maior parte da trama Sarah me pareceu uma garota fútil e superficial tal qual como Gerard a considerava. Laura não me convenceu em algumas atitudes, mas no geral gostei do personagem. Richard é o típico personagem secundário insuportável que só reclama e o padre tem toda aquela bondade e calma comum em tal personagem.
Não gosto muito de livros que entram no assunto: religião, mas esse tem tantas coisas que nos fazem pensar que esse fato tornou-se secundário para mim. Uma das partes que atiçou a minha curiosidade foi que durante todo o livro Gerard enfatiza que todos pensam que ele é um problema quando na verdade ele é a solução. De que jeito? Leia e saberá...
Parabenizo o Autor pela história e principalmente pelo final emocionante. Esse certamente é um livro que merece ser lido. Apesar da achar que a história poderia ter sido mais desenvolvida, 11 Noites Insones se tornou um dos meus favoritos! 
Recomendo!
...Quanto a você. Será minha eterna musa. A mulher mais linda que já vi, o rosto mais belo que já contemplei e sempre considerei a perfeição”.
Um super beijo gente! Fico aqui esperando os lindos comentários! Até mais*

Luana Melo

24 comentários:

  1. Boa tarde :)
    Como vai?
    Parece ser um livro interessante...é a primeira resenha que leio (meus parabéns )
    E meus parabéns pela parceria com o autor :p

    Beijos e bom final de semana
    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      É um livro interessante sim e repleto de opiniões e reflexões sobre a vida;
      Vale a pena ler!
      Obg pela visita*

      Excluir
  2. E vc termina a resenha assim? me deixando curiosa?!
    assim não dá, agora eu quero ler hehe
    ótima resenha, fiquei bem curiosa, pelo visto o livro te agradou mesmo..

    beijos
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mila!
      Obrigada!
      Nossa intenção é essa não? kkk. Tomara que você possa ler também e expressas a sua opinião.
      Beijos*

      Excluir
  3. o-o vc terminou a resenha me deixando mega curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Pois é né...kkk.
      Espero que possa ler!
      Beijos*

      Excluir
  4. Nunca ouvi falar desse livro :/
    Não gostei muito da capa não, achei meio sombrio...

    Beijokas flor
    Blog da Mylloka

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      De certa forma e algumas partes o livro parece meio sombrio sim, mas nada exagerado.
      Beijos*

      Excluir
  5. Ainda não tinha ouvido falar desse livro =/

    Beijos.
    Guilherme.
    Me visita?
    http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Então vale a pena conferir!
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  6. Olá.
    Gostei bastante do conteúdo do seu blog,parabéns.
    Se encaixa perfeitamente no perfil que procuramos.
    Procuramos blogs de qualidade que queiram divulgar suas postagens no Portal de Blogs Teia.
    Se interessar é só nos fazer uma visitinha.
    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigada pelo interesse e elogio!
      Já visitei o portal!
      Um Beijo e mais uma vez obrigada!

      Excluir
  7. Oi Lu!
    Então, eu gosto muito de livros que sejam mais reflexivos sabe? Que fazem a gente pensar sobre o nossos atos.
    Curti muito a indicação! :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Quase xará!
      Quer pensar? Então leia 11 Noites!
      Obrigada pela visita*
      Beijos*

      Excluir
  8. Luana, há um bom tempo somos parceiros (creio que foi das primeiras pessoas a seguir os Escritos Lisérgicos do Brasil, antes eram somente os portugueses) e, como autor, fico muito satisfeito ao ver a resenha de minha obra por aqui. Valeu a espera. E a compreendo perfeitamente, também anda uma correria por aqui.
    A respeito da sua resenha, como era de se esperar, foi feita com bastante franqueza, o que gostei.
    Sempre que busco uma resenha que seja de blogues específicos para isto, suspeito dos resenhistas que apenas tecem elogios a um livro e, por vezes, alguns detalhes podem dar abertura ao autor de explicar os motivos que o levaram a optar por determinados caminhos.
    O caso de 11 NOITES INSONES, o qual acabo de ler uma resenha feito no Palavresias, foi o que a leitora e escritora comentou a respeito dos personagens. Todos eles são calcados na realidade, repleto de defeitos, "gente como a gente", como ela especificou, onde em muitos casos, caímos no erro de nos considerarmos os donos da verdade absoluta e termos nossas crises de agressividade.
    Apenas quero esclarecer que o livro de forma alguma teve como base a religião, ela foi apenas um veículo de levar Gerard até aquela família e como mencionou, levar a reflexão sobre a hipocrisia que há, não somente na sociedade ou religião por si próprias, mas sobretudo, a religiosidade (embora Sarah, que se mostrou a mais preconceituosa, não fazia parte de alguma religião) e, o desfecho, condiz com o tema Espiritualidade em geral. Como sabe, passei por muitas denominações em tempo recorde e por vezes meu lado crítico evidencia isto até mesmo em meus posts e, nesta obra, não foi diferente.
    Concordo que há pontos que poderiam ser muito mais trabalhados, penso que esta estória tenha muito o que ser explorada, porém, como foi meu primeiro livro publicado, não quis tornar a leitura muito cansativa, descritiva e pesada, dando um destaque maior ao protagonista. E este tema foi algo que eu e a autora Laísa Couto de Lagoena debatemos há poucos dias atrás no Facebook. Há muitos que cobram que o autor trabalhe muito em cima de todos os personagens, mas como sabe, não é assim que funciona na Literatura.
    Como o protagonista, no caso, Gerard, teve que ser o destaque principal e a leitura curta e resumida em 11 NOITES INSONES que não quis tornar longas, não tive outra opção.
    O clima do livro é realmente sombrio, deixei em evidência principalmente aos leitores que julgam um livro pela capa. 11 NOITES INSONES pode (e deve!) ser julgado pela capa. É uma leitura aparentemente light, rápida, mas intensa, sombria e o gênero é mistério / suspense. Não ludibriaria o leitor com uma capa que não condizesse com a trama.
    No demais, parabenizo pela resenha, fico contente pelos excelentes feedbacks que esta obra, em menos de um ano, vem tendo entre os leitores. Vindo de uma publicação independente, que ficou em 24º lugar entre 502 obras inscritas no concurso de literatura contemporânea da editora, creio que foi um bom começo.

    PS: Gostei muito de ter destacado alguns trechos, ficou bem autêntico.

    Valeu parceira!

    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wow!

      Adoro ler comentários grandes! Principalmente vindos dos autores das resenhas em questão!
      Concordo com tudo o que você disse Inclusive em relação ao que eu disse sobre o livro ser mais trabalhado, acho que foi mais por querer prolongar a minha "vivência" com a história (que gostei muito).
      E claro! Essa obra mereceu esse título sim! Mais uma vez parabéns*

      Excluir
  9. Olá.
    Postagem divulgada no portal Teia.
    Fique a vontade para pedir divulgação quando quiser.
    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigada a toda a equipe!
      Entrarei em contato sim!
      Até*

      Excluir
  10. Oi Lua *-*
    Não conhecia esse livro, mas a sua resenha foi de matar. Como você pode termina-la assim e me deixar morta de curiosidade? :O
    No começo o livro não me interessou muito, mas depois que comecei a ler, anseio pelo livro hahaha'

    Adorei.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Keh!
      Que bom que despertei a tua curiosidade!
      O livro é ótimo, nos faz pensar.
      Um super Beijo e obrigada pela visita!

      Excluir
  11. O que me agradou no livro foi ele ser contundente e curto, acho que a história, vista pela sua opinião e resenha não pediria muita encheção de linguiça. A história parece ser bem interessante e me deixou curiosa a respeito do desfecho, parabéns por apoiar a literatura nacional.
    Beijos.
    Apareça lá no RR, andas sumida \o
    Viviane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivi!
      Acho que irias gostar se ler.
      Literatura Nacional, sempre!
      Beijinhos*

      Excluir
  12. Oi, Lu, sua resenha ficou muito boa e esta é a segunda que leio... e isso só aumenta minha vontade de ler o livro. abraços e tenha uma boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Barbie!
      Fico feliz que tenha gostado. Obrigada pela visita. Volte sempre aqui.
      Beijos*

      Excluir

Olá!
Deixe aqui a sua opinião sobre a postagem e sobre o blog!
Peço que não usem de palavras obscenas.
Obrigada por comentar!Bom Pensamento!!!
Voltem Sempre*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...