17 abril 2016

Cine Pensamento #9 - Interestelar

Olá Pensadores! 

Hoje é domingo e eu vim aqui postar uma coluna que fazia tempo que não postava: o Cine Pensamento!
Gosto muito de filmes e vou voltar a falar mais sobre séries e filmes que eu assistir e achar que sãointeressantes e dignos de serem compartilhados, afinal, trazer sempre o melhor para todos vocês é a minha intenção.
Vamos então conferir a crítica de hoje? Vamos! 
Lançamento: 6 de novembro de 2014
Duração: 168 minutos
Diretor: Christopher Nolan
Gênero: Aventura, ficção científica
Nacionalidade: EUA/ Reino Unido/ Irlanda do Norte
Informações técnicas via: Filmow



SINOPSE:
Após ver a Terra consumindo boa parte de suas reservas naturais, um grupo de astronautas recebe a missão de verificar possíveis planetas para receberem a população mundial, possibilitando a continuação da espécie. Cooper é chamado para liderar o grupo e aceita a missão sabendo que pode nunca mais ver os filhos. Ao lado de Brand, Jenkins e Doyle, ele seguirá em busca de uma nova casa. Com o passar dos anos, sua filha Murph investirá numa própria jornada para também tentar salvar a população do planeta.
MEU COMENTÁRIO:
O mundo está em colapso. Tempestades de areia, plantações devastadas, recursos naturais escassos e a humanidade em perigo de extinção iminente. Nesse cenário de destruição, astronautas são recrutados de acordo com os seus talentos, pela NASA para uma derradeira missão em busca de respostas e de um  lugar em uma nova galáxia que seja habitável pelos seres humanos.
Cooper (Matthew MacGonaughey), que no passado era engenheiro e piloto,  vive com o sogro Donald (Jonh Lithgow)e os dois filhos,Tom(1-Timothée Chalamet) e Murph(1- Mackenzie Foy) de maneira pacata (não que ele goste, rsrs) em uma fazenda  em algum lugar dos EUA. Ele é um homem decidido, com convicções fortes, e assim cria os filhos,mas principalmente a filha, Murph, que em meio aos livros antigos cresce fascinada pelo mesmo mundo que o pai: a física, que permeia cada cena, antes, durante e depois da partida de Cooper. Já o filho, é simples e adapta-se muito bem à vida simples da fazenda.
- Pai, por que me deram o nome de algo ruim? - Não demos - Lei de Murphy?  - A lei de Murphy não significa que algo ruim acontecerá. Significa que o que possa acontecer, acontecerá.
Fatos estranhos começam a acontecer e Muph começa a ver sinais, como se alguém quisesse se comunicar. Códigos binários e livros que caem são alguns desses sinais que Cooper atribui ironicamente a um fantasma e mais seriamente à gravidade (tema importantíssimo do enredo). Mas Murphy não desiste e tenta decifrar os códigos (sim, ela é um prodígio!) mostrando à Cooper, coordenadas de um lugar desconhecido, que ele descobre ser o "QG" da NASA, que agora trabalha longe dos olhares da população, pois  não querem mais sustentar pesquisas, afinal, eles não tem mais dinheiro nem para a própria sobrevivência, tendo que se alimentar daquilo que são capazes de produzir. O que acaba sendo quase nada ou apenas um tipo de plantação (como no caso da fazenda de Cooper que só produz milho), já que o clima inconstante é um dos vilões da vida atual na terra.
Assim, Cooper é posto a par das pesquisas e planos liderados pelo Professor Brand (Michael Caine) e convidada a se juntar a uma equipe que irá em busca da última esperança de sobrevivência para a raça humana. Depois de muita recusa, por causa dos filhos, Cooper resolve embarcar na nave que irá levá-los mais longe do que qualquer ser humano já foi, e é aí que o filme realmente começa.
A saga de Cooper, Romilly(David Gyasi), Brand(Anne Hathaway) e  Doyle(Wes Bentley) se inicia à bordo da estação Enturance, que irá levá-los aos destinos, passando por um buraco de minhoca e adentrando em uma nova galáxia, aonde visitarão dois planetas (já explorados por astronautas que os aguardam)para  investigar as possibilidades de se tornarem um novo lar para os seres humanos:Os planetas de Miller, e do Dr. Mann (Matt Damon - O vilão?).
Muitas coisas acontecem nessas expedições e apesar de toda a explanação sobre gravidade, espaço-tempo, relatividade e leis da Física, o filme nunca fica monótono. Nem mesmo quando há pausas e cenas sem diálogo, pois o diretor Christopher Nolan (A Origem e Batman: O cavaleiro das trevas) soube conduzir o enredo e todos os pontos que fazem de um filme comum, um grande feito, com tamanha maestria que não se consegue sentir falta de nada. Está tudo ali, no lugar certo, se completando para formar uma verdadeira obra prima do mundo cinematográfico.
O mundo precisa que essa missão obtenha êxito e Cooper precisa voltar para os seus filhos, ainda que tenham se passado anos (por causa da gravidade e relatividade do tempo). As descobertas são constantes nessa trama e cada personagem se revela complexo mas bem estruturado. O que são os sinais que Murph via na infância, quais são as chances de salvação dos seres humanos? Mentiras, mágoa, drama e momentos decisivos fazem o expectador não conseguir desgrudar de cada cena. O desfecho do filme é impressionante e emocionante
A fotografia do filme é um show a parte. O buraco de minhoca, o buraco negro (gargantua *O* É lindo!), a estação Enturance diante da grandeza dos planetas , a imensisão do espaço, a estação Cooper e os planetas de Miller e do Dr. Mann são pontos que me prenderam completamente. Um show de efeitos especiais que de tão reais parecem documentários e não um filme de Ficção. A trilha sonora é sutil e não nos causa uma 'overdose' de informação pois é tão simples e bem colocada que ela torna-se apenas o silêncio para que nós, possamos apreciar uma cena mais intensa.
Linha do tempo das ações do filme! Clique na imagem para aumentar!
Interestelar é certamente um dos melhores filmes que já assisti na minha vida. N a opinião de uma leiga (de bom gosto, rsrs) julgando  de modo geral, o roteiro, a trilha, a fotografia e todos os aspectos são impecáveis! Mesmo não sendo uma fã de Física, sou fascinada por tudo que tenha relação com astronomia e os grandes mistérios do espaço-tempo e das dimensões que nós ainda não conhecemos/ descobrimos. Assistir um filme desse nível e com essa complexidade (para a maioria das pessoas) é como estar no próprio espaço, pois nos permite refletir sobre as coisas magníficas que semelhante a nós, existem lá fora apesar de não podermos ter a real dimensão disso. Nos desperta para uma visão macro, a qual não estamos acostumados, pois vivemos concentrados naquilo que podemos ver. Apesar de já possuir esse pensamento, esse filme me alertou (visualmente) de nossa pequenez, e me mostrou que somos menos do que uma partícula de poeira flutuando em algo muito maior.  
Favoritei essa obra prima com toda a certeza! E já assisti umas 8 vezes porque eu não consigo resistir! Quem aí já viu Interestelar? Me contem!
Animação que mostra uma cena do filme. Murph segura o relógio que pai deu.
P.S. Os personagens Murph, e Tom passaram por mudanças durante o filme, por conta da idade. Esses são: Murph 2º fase> Jessica Chastain/ 3º fase> Ellen Burstyn. Tom 2º fase> Casey Affleck.
Curtam aí  trailer e sintam o gostinho de filme bom! ❤



Deixo aqui trecho de um poema que é narrado no filme, e é lindo!
"Não adentre a boa noite apenas com ternura,
A velhice queima e calma com o cair do dia.
Fúria, fúria, contra a luz que já não fulgura.

Embora os sábios no fim da vida saibam que é a escuridão que perdura
Porque suas palavras não capturaram centelha a tardia,
Não adentram a boa noite apenas com ternura.


Fúria, fúria, contra a luz que já não fulgura."
~Dylan Thomas 
~~~~Beijos!~~~~

10 comentários:

  1. Gostei da dica Luana. Confesso que não conhecia o filme, mas o gênero dele não faz muito o meu estilo. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa!
      Que pena... eu também achei que não fazia o meu mas me enganei!
      Fica a dica. Beijo!

      Excluir
  2. Eu nem sabia que esse filme existia mas amei a dica! O enredo é super interessante! <3
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi!
      Ela foi pouco divulgado mesmo, mas merece muita atenção!
      Espero que assista e goste. Beijo!

      Excluir
  3. Luana!
    Não conhecia o filme, entretanto gostei muito, inclusive de sua análise.
    Vou procurar para assistir.
    Valeu a dica!

    Obrigada pela visita feita ao blog.

    “A sabedoria começa na reflexão.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista especial de aniversário em abril: com 6 livros 5 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy!
      Que bom, espero que goste!
      Beijo!

      Excluir
  4. Nossa que interessante, amei o trailer e saber sua opinião só me deixou curiosa. O filme é de 2014 e confesso que não tinha visto nada sobre ele na mídia, mas a culpa é minha já que passei um tempo longe dos filmes. Por isso estipulei o projeto de 1 filme por semana, não sei se vc viu lá no blog. Esta funcionando e estou adorando criar ou seja retomar esse hábito. Muito legal vc também retomar essa coluna, gostei da indicação e vou anotar na minha lista de filmes para ver. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou Aline!
      Anota mesmo e assiste. Que o saber a tua opinião!
      Ver filmes é ótimo e adorei o teu projeto.
      Beijo!

      Excluir
  5. Oi oi,

    já vi esse filme e adorei também! Apesar do final ser meio confuso, a história é emocionante e muito envolvente!

    Beijos!
    Participe do sorteio do livro Minha Vez de Brilhar + Kit de Marcadores
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Que bom que também gostou. É lindo não é?
      Um dos melhores que já vi.
      Beijo!

      Excluir

Olá!
Deixe aqui a sua opinião sobre a postagem e sobre o blog!
Peço que não usem de palavras obscenas.
Obrigada por comentar!Bom Pensamento!!!
Voltem Sempre*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...