08 maio 2013

Eu li #31 * Charlotte Street - Danny Wallace

Olá Pensadores!

Como vão as leituras, tudo em dia!? Estou fazendo postagens mais esporádicas mais assim que dá estou aqui novamente. Hoje a resenha é sobre um livro que me deixou em cima do muro... É um romance da nossa editora parceira Novo Conceito, vamos ver?


Charlotte Street - Danny Wallace



Sinopse:
Tudo começa com uma garota... (porque sim, sempre há uma garota...) Jason Priestley acabou de vê-la. Eles partilharam de um momento incrível e rápido de profunda possibilidade, em algum lugar da Charlotte Street. E então, em um piscar de olhos, ela partiu deixando-o, acidentalmente, segurando sua câmera descartável, com o filme de fotos completo... E agora Jason — ex-professor, ex-namorado, escritor e herói relutante — se depara com um dilema. Deveria tentar seguir A Garota? E se ela for A garota? Mas aquilo significaria utilizar suas únicas pistas, que estão ainda intocáveis em seu poder... É engraçado como as coisas algumas situações se desenrolam...

Meu Comentário:
Jason Priestley é um jornalista um tanto frustrado. Crítico de um um pequeno jornal gratuito de Londres, o London Now ele tem vivido uma vida bem frustrante depois do término do seu relacionamento com Sara, o qual ele não conseguiu ainda superar. Até que ele encontra A Garota. Nada mais, nada menos do que uma garota que ele ajudou na rua Charlotte Street e que por acidente esqueceu sua câmera descartável no chão. Aí começa a saga do freelancer com nome de ator de cinema para achar a tal dona da câmera descartável.

Jason mora em um apartamento/loja de games que fica próxima de bordel que não é um bordel, com seu inseparável amigo Dev. Depois de ser deixado por Sara, ele passa a monitorar os acontecimentos da vida da ex pelo Facebook, o que trás a história para a realidade de muitas pessoas que são quase agentes do FBI para investigar ex-namoradas e namorados... (kkkk)
Acredito realmente que as coisas mudam, é claro. Mas, na minha experiência, acredito que, frequentemente, as coisas mudam porque as pessoas não mudam.
 Jason era professor mas por causa de um incidente com um aluno ele ficou com um certo trauma. Acabou deixando o emprego e depois de certo acontecimento e desentendimentos com Sarah, ele viu sua vida sair dos eixos deixando para trás um relacionamento aparentemente perfeito e com alguém que amava. Sair do emprego, morar com o amigo fiel porém, sem noção, Dev, virar um crítico (que só critica negativamente) de quase nenhum destaque do London Now, jornal gratuito dirigido por uma colega, Zoe. Nossa! Uma bela mudança.
E é aí, no meio de tudo isso: Ele se encontra com a tal Garota da câmera descartável e aí a história passa a rodar envolta das lições aprendidas por Jason, suas descobertas e as fotos reveladas da câmera.
Durante o livro Priestley passa por muitas experiências: Conhece Abey uma garota louca e sábia ao mesmo tempo. Se aproxima de um ex-aluno, o Matt, e acabam se tornando bons amigos. Todas viagens, conversas e acontecimentos, de alguma forma estão relacionados a fazer Jason se desligar do passado e seguir em frente, principalmente depois de saber do noivado e da gravidez de sua ex ( :O ).
Eu amo Londres. Amo tudo aqui. Amo os lugares, os museus e as galerias. Mas também amo a sujeira, a umidade e o mau cheiro. Ok, bem, eu não quero dizer amor exatamente. Mas não me importo. Não mais. Não agora que eu estou acostumado com isso. Você não importa mais com nada quando já está acostumado.
Charlotte Street, me deu o que pensar. Fiquei em cima do muro mas acabei não me identificando muito. A trama tem várias lições ótimas e como Jason foi melhorando no decorrer da história e o bom humor e as situações sem noção também foram um ponto positivo da narrativa. 
Acho que o estilo de Danny é bem diferente do que costumo ler (títulos de capítulos com frases meio loucas que se completam), mas não é só por isso que não me conquistou. Acho que ele enrolou muito e no final não foi AQUELE final que eu esperava. Acho que tinha maiores expectativas quando li sobre o livro. Enfim, não é livro ruim, mas não me empolgou. Deixo para vocês tirarem as próprias conclusões ao lerem!
Sempre fui desconfiado com relação à esperança. Mas agora eu podia ver que a desesperança não era o caminho para seguir também. É bom ser surpreendido com coisas boas, é claro. Uma ligação inesperada. Uma conquista inesperada na vida. Mas como é bom também tentar e fazer as coisas boas acontecerem.
A capa é linda, o kit é uma fofura, as folhas amarelinhas que são muito confortáveis e os capítulos muito bem divididos. Parabéns a NC mais uma vez pelo excelente material para a produção de seus produtos.



Book Trailer - Assista!

Beijinhos gente! Até logo*

9 comentários:

  1. Oi amiga, eu só li resenhas negativas desse livro, algumas mais ou menos positivas, e isso me desanimou bastante..
    Não sei se leria ele no momento sabe, mais gostei de saber sua opinião..
    `Pode deixar que quando eu ler, te falo o que eu achei.. ^^

    Beijos
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mila!
      Pois é... Tem seus lados bons sabe? Mas não é aquilo que parece.
      Enfim, eu não leria de novo.
      Um Beijão!

      Excluir
  2. Poxa, que pena que esse livro não agradou tanto, quase xará. :(
    É complicado demais quando vamos com aquela expectativa e o livro nos decepciona.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi quase xará!
      Pois é, expectativa demais as vezes nos leva decepções demais!
      Obrigada por visitar!
      Beijos*

      Excluir
  3. Eu nutro grandes expectativas com esse livro devido a algumas resenhas, já sei que ele não tem aquele romance que aparenta ter, mas gostaria de ler porque o que Jason aprende com a garota e as fotos que ela tira parecem ser uma boa mensagem reflexiva. Espero poder ler algum dia!! Parabéns pela resenha Lu. (:

    Abraços,
    Raquel - Viajando com Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rah!

      Realmente. As mensagens reflexivas são ótimas mesmo. Mas história não é o que dá para imaginar... Me diz o que achou quando ler.
      Beijos*

      Excluir
  4. Comprei esse livro na época em que foi lançado achando que se tratava de um romance. Até hoje esta na estante e não quando irei ler porque, pelas resenhas, ele não é nada do que pensei. É mais um livro sobre reconhecimento pessoal. Não tenho problemas como livros assim, mas é meio doido quando você compra esperando uma coisa e vem outra.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!

      Pois é. Foi mais ou menos o meu caso. É muito mais um livro sobre reconhecimento pessoal e amizade do que o romance.
      Obrigada pela visita viu?
      Beijos*

      Excluir
  5. Olá!!!, belo blog amei, sucesso, Deus seja contigo,
    já estou te seguindo, OBRIGADO PELA VISITA.
    Curta e participe do meu blog e fan page
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!
Deixe aqui a sua opinião sobre a postagem e sobre o blog!
Peço que não usem de palavras obscenas.
Obrigada por comentar!Bom Pensamento!!!
Voltem Sempre*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...